{Together} Os presentes de 2018


Vejam só quem apareceu mesmo antes do natal! ;)

!!!Nota importante!!| Se não conseguirem visualizar as imagens do blog - e isto vale para outros blogs - experimentem recarregar a página com o ad blocker desativado. Para mim, desativar [este] foi suficiente. [aparência com ad blocker ativado | blog não-meu] [aparência com ele desativado | blog não-meu]

Ohayou, sapinhos! Ou devo dizer Ho ho ho? A verdade é que a faculdade me tem ocupado o tempo todo, e aquele que não dedico à faculdade, tenho usado para fazer prendas (de nata e aniversário) e procrastinar a jogar sims, quando já não tenho energia para mais nada. Ah, e procurar spoilers de Voltron, mas deixemos voltron para o post seguinte. Novidades sobre mim para o fim deste post. 

Eu tinha pensado em aproveitar o tema do Together de dezembro para o último dia do ano, mas mais vale despachar isto já e começar o ano com layout novo ^^ Vou começar por cumprir o tema - indicando as coisas positivas de 2018, ou seja, os seus presentes - prosseguindo com lições que aprendi e com as minhas resoluções para o ano seguinte. Só no fim é que conto novidades.

Esta postagem faz parte da Blogagem Coletiva de Dezembro do Together, um projeto para unir a blogosfera! Para saber mais, clique [aqui].

Porquê Love Live? Porque eu gostei da edição que encontrei [aqui] ;)

Os presentes de 2018
Atualizações do blog nas férias de Verão
Eu sentia-me muito mal por ter deixado o blog quase parado durante o ano, e a forma como o dinamizei nas férias - e ainda consegui poucos, mas alguns, seguidores - motivou-me imenso. Para quem não acompanhou, eu fiz uma coluna diária de links (artigo, vídeo e artista) e, aos domingos, fazia um post longo especial. Sinto que consegui não só partilhar links bastante interessantes que muita gente via devido aos posts serem curtos e agradáveis de ler, como consegui aos domingos fazer alguns dos meus melhores posts desde que criei o blog, normalmente guias úteis, reflexões ou qualquer outra coisa que eu tenha feito com uma abordagem interseccional. O [mapa do blog] está relativamente atualizado, caso vos interesse.

A gatinha nova
Depois de uma gata miha morrer no fim de 2017, foi um bocado desanimador e toda a gente aqui em casa sentiu a falta dela, embora já tenhamos tido vários gatos que morreram. Mas recentemente um amigo meu conseguiu apanhar uma gatinha bebé na rua - infelizmente não conseguiu apanhar os irmãos - e não podia ficar com ela, então eu pedi foto... e veendo que era amarela, soube logo que a minha mãe ia ceder, apesar de já termos gatos demais. Aceitá-la foi a melhor coisa que fizemos: nunca tivemos uma gata que se habituasse tão bem. Não trouxe pulgas, não veio doente, no primeiro instante que a vimos confiou logo em nós e deixou fazer festinhas, é meiguinha e os outros gatos habituaram-se a ela depressa... E para além de ter animado imenso a casa - já que gatos bebés estão sempre a brincar e ela literalmente brinca até cair para o lado de cansaço (mas a sério, tivemos de pregar o pinheiro de natal porque ela estava sempre a deitá-lo ao chão) - tem imensos hábitos que quase nos fazem acreditar que pode ser a gata que morreu. Eu sou extremamente cétique em relação a estas coisas, e mesmo assim não consigo negar as semelhanças... O facto de estar sempre a brincar, de ser a mais pequenina mas achar que é mais forte que as outras gatas, não gostar de estar fechada num lado do corredor e miar para lhe abrirmos a porta, a maneira como se empoleira nos joelhos... Quer seja quer não, Sol é um nome que lhe assenta perfeitamente.

Livros lidos
Estou neste momento a ler o livro favorito da minha irmã - A canção de Achilles - e consegui acabar a saga Mistborn, anos depois de ter lido o penúltimo volume. E creio que ainda li mais qualquer coisas, mas mesmo que isso seja ilusão minha, sentia saudades de ler e isto já é algum progresso.

Conversas tidas durante festas de pijama
Desde que comecei a ir a festas de pijama com o meu grupo de amigos - sempre as mesmas pessoas - nunca mais parei >.< E como são pessoas de quem eu já sou próxime e co quem falo frequentemente, nas festas de pijama as conversas íntimas fluem com facilidade. Proximidade emocional é provavelmente das coisas que mais valorizo, e fico contente por ter amigos assim...

Ter linux no meu pc
Se já consegui personalizar o linux como queria? Não. Se o domino devidamente? Não, nem nada que se pareça. Se abdiquei do Windows? Não, prefiro manter o pc em dual-boot, quer para usar o PowerPoint, quer porque preciso do Windows para jogar sims. Maaaaaaas o que importa é que já tenho linux, que me é muito mais útil para trabalhar e será completamente configurável quando eu me disposer a tratar disso e tiver um template brilhante em mente.

Ter Sims4 no meu próprio pc
Eu não me considero simmer, até porque nunca joguei Sims2 e a minha época de Sims3 foi breve e tardia, comparativamente à de toda a gente. Contudo, mal comecei a jogar Sims4 - quando ainda estavam no pc da minha irmã e eu só tinha planos para criar uma ou duas households - apercebi-me do potencial criativo disto. Há pessoas que gostam de joar Sims pelo gameplay, mas eu jogo para criar casas e personagens mesmo >.< Gosto de jogar, mas isso para mim é secundário. Então ter o jogo no pc da minha irmã, que não é muito potente, tornou-se um problema, pois ela não me deixava colocar nem metade dos CCs (Custom Content / Conteúdo personalizado) que eu queria. Ter de instalar tudo aqui e ainda passar os mods, CCs, saves (e outras coisas que tinha no pc dela) para o meu pc deu bastante trabalho, mas é o jogo que mais me faz relaxar quando já não tenho energia para mais nada. Caso tenham interesse, eu fiz no outro dia uma [lista de mods] que acho interessantes (uso mais de metade, portanto diria que são seguros em geral)

Voltron
Eu tenho uma relação de amor e ódio com esse pseudo-anime, mas é inegável o peso que teve na minha vida desde 2016, não me arrependendo minimamente de ter acompanhado, tanto a história oficial como todas as criações do fandom monstruoso. Vou dedicar o próximo post a Voltron, portanto... só estou a mencionar aqui porque foi algo grande demais na minha vida para não constar nesta lista.

A questão do cancro da minha mãe acalmou
No fim de 2017, soubemos que a minha mãe tinha cancro no útero e foi uma bela confusão. Mas depois de remover o tumor ainda foi mais caótico pois, apesar de tudo indicar que a minha mãe estava bem, os médicos insistiam para que ela fizesse uma histerectomia por prevenção. Ela não quis, porque se fosse nova ninguém a pressionaria para fazer isso mesmo por prevenção e não merece ser tratada como se o seu corpo só tivesse utilidade como máquina de fazer bebés, para além das complicações que surgiriam enquanto ela tivesse de repousar. Pois bem, os medicos começaram a tratá-la mesmo mal e pareciam quase desejosos que ela tivesse cancro após a recusa... o que até agora não dá sinais de ter acontecido. Então já não é algo que nos preocupe tanto.

Capacidade de organização
Desde... Fevereiro? que comecei a organizar-me em condições, e isso fez uma mudança enorme na minha vida. Não só foi um alívio na forma como enfrentei os 2 ultimos semestres, como consegui dar atenção à minha saúde (incluindo ter tempo para fazer desporto) e ter as férias de Verão mais produtivas de sempre - diria que só não consegui concluir uma das metas, que foi aprender a cozinhar. E era metas bem ambiciosas que implicavam que eu não falhasse semana nenhuma. Portanto... sinto-me mais leve e capaz de conseguir realizar as coisas que estabeleço. Faz-me sentir contente comigo mesme, e capaz de concretizar tudo o que decidir. Verdade seja dita que este ultimo semestre não correu tão bem porque eu tinha planeado as coisas imaginando que o ritmo de trabalho seria igual ao do ano passado, portanto tive de sacrificar alguns objetivos ao descobrir que era muito, muito pior, mas ainda assim realizei bastantes coisas.

Quarto só meu e renovado
A primeira parte é autoexplicativa: já não partilho o quarto com a minha irmã, e isso é muito útil. Para além de não estar desarrumado como sempre estava quando ela dormia aqui, posso dormir  e acordar quando quiser, e ainda o posso decorar à minha maneira. Pois bem, nas férias de verão decidi que as dedicaria a conseguir dinheiro vendendo coisas cá de casa para comprar um beliche, uma secretária e um móvel onde arrumar roupas, brancos e minimalistas, de forma a combinar com um guarda-vestidos que tinhamos cá em casa. Além disso, eu cada vez mais gosto de coisas minimalistas, brancas, amplas, que combinam com qualquer tema e toques de cor. No fundo no fundo acho que nem eu acreditava que isto ia dar certo xD

Recomeçar a fazer ginástica
Eu sei que já disse que comecei a dar atenção à minha saúde, mas isto merece atenção à parte: fazer o mínimo de exercício realmente faz-me sentir bem fisicamente, mas mentalmente, sinto-me radiante ao estar a recuperar - e até ultrapassar - várias habilidades que tinha há anos atrás quando fazia yoga e ballet. Já faço espargata e agora estou a aprender a fazer oversplits (praticamente já faço), elevo as pernas já relativamente alto, estou quase a dominar 2 piruetas, arqueio bastante as costas, sei fazer a posição de corvo,... Sim, estou bastante contente.

Fazer cosplay + binder
Como disse [aqui - tem fotos ;)], cheguei a fazer cosplay de uma das minhas personagens favoritas: Phosphophyllite, do anime/mangá [houseki no kuni]. Essa é daquelas coisas que tinha de tudo para correr mal e, bom, confesso que não me senti nenhum cosplayer profissional, mas a maioria das coisas que poderia dar errado até correu bem. E nem foi o cospay mais caro do mundo, embora tenha ficado mais caro que a minha estimativa inicial - embora várias das coisas compradas tenham utilidade noutras ocasiões, como o binder e a maquilhagem. Isso encorajou-me a fazer mais cosplays no futuro, e também motivou o meu grupo de amigos, pelo que faremos no próximo ano um cosplay de grupo de... ~ruído dos tambores~ Noragami! E sim, eu vou ser a Hiyori ^^

Ida à marcha lgbt+
Após pelo menos 1 tentativa falhada, finalmente fui a uma marcha lgbt+, e a melhor parte é que fui com a minha mãe e ela nem sequer se incomodou com nada, que era o meu receio - pelo contrário, disse que foi uma marcha muito bonita e que mesmo que eu não fosse mais, ela iria >.< Relatei tudo sobre esse dia [neste post], mas foi realmente um momento para reclamar visibilidade, acima de tudo.

Países a reconhecer pessoas não-binárias
Quer tenham lido [este post], quer não, devem perceber que uma das coisas que pessoas não-binárias precisam com mais urgência é reconhecimento legal, já que isso afeta tudo. Com toda a sinceridade, eu não tinha esperança de que isso acontecesse sequer nos próximos anos... mas peos vistos já há lugares onde isso começou a acontecer?! Quase me dá esperança para mim, embora eu aposte que depois dos direitos trans passados recentemente a discussão não voltará à baila tão cedo, muito menos depois de reconhecimento não-binário ter sido completamente calcado. Os casos que vi recentemente foram na [Califórnia] e na [Alemanha], e nenhuma dessas leis obriga a mudanças corporais. 


Lições que aprendi
Eu pensei em não incluir esta secção, pois é a parte menos positva do post. Algumas lições são um ocado duras. Mas vocês sabem que eu gosto de deixar os meus posts completos, portanto cá vamos. O quê que eu aprendi?
  • Que por muito que seja o progresso da sociedade, algumas pessoas simplesmente não o acompanham. Haverá sempre gente que, mesmo que não sinta ódio, irá questionar os direitos de algumas pessoas ou obrigá-las a provar que os merecem - como se direitos fossem algum prémio que se mereça...
  • Amigos não são perfeitos, nem sempre podem estar presentes ou ter paciência/energia para nos ouvir. Mas não é sequer justo esperar isso de alguém, por muito próxima que uma pessoa seja. Toda a gente tem direito a ter limites e a afirmar quando é que pode estar presente - amizade não deve ser uma obrigação. 
  • É possível superar fases em que a vida está a tentar fazer-nos desistir. Ano passado tive uma fase bastante difícil em que a faculdade estava ser o pior que alguma vez fora, e para deixar tudo pior, tive de lidar com um monte de problemas emocionais (a morte da minha gata, a notícia do cancro da minha mãe) e com dores de barriga do período - que eu nunca tinha tido antes - assim como mudanças de mood horrorosas. Quando penso em como estava há um ano atrás só vejo uma nuvem negra xD
  • As pessoas certas aparecem mais cedo ou mais tarde. Não vale a pena tentar mudar para agradar a ninguém. Eu sei me regi por essa ideia - mesmo em alturas em que não tinha amigos ou só tinha amizades falsas fiz por ser fiel a mim mesme, algo de que me orgulho - mas é mais fácil afirmar isso quando já colhi os frutos. Agora que tenho amizades tão valiosas, sinto que valeu mesmo a pena.
  • Há ativistas hipócritas e elitistas, cujo ativismo se centra nos próprios problemas, sem a menor empatia pelas outras pessoas - se a sentem, não fazem nada por ela a não ser proclamar palavras bonitas mas vazias, já que não se fazem acompanhar de ações. Eu cheguei até a escrever um [texto rude e frustrado] sobre isso, mas sinceramente neste momento o que recomendo é [este vídeo espetacular]. 

Resoluções para 2019
Organização: 
  • Atualizar o Bullet Journal todos os dias
  • Hábitos diários a manter: fazer ginástica, ler [skimm], beber água suficiente 
  • Hábitos diários a desenvolver: tomar vitaminas, colocar iodo, ler um capítulo de qualquer coisa
  • Organizar em pastas no pc imagens do pinterest, face e tumblr
  • Organizar links sobre representatividade

Escrita/Leitura: 
  • Reescrever mais 5 capítulos da minha fic "Veneno"
  • Ler "Wheel of Time"
  • Ler 3 fanfics de Voltron
  • Ler/ouvir [Welcome to night vale]

Metas artisticas: 
  • Fazer a coleção de 10 pequenos rostos pseudo-realistas
  • Fazer 2 desafios de "draw this again"

Assistir: 
  • 1 série
  • 3 animes
  • 1 pseudo-anime
  • Star wars por completo

Objetivos de ginástica: 

Jogos: 
  • Acabar witcher (sem sacrificar as sidequests, refiro-me a zerar mesmo)
  • Experimentar Detroit e Horizon
  • Experimentar [D&D]

Projetos lgbt+: 
  • Contactar [alunos portugueses] e falar de potencial parceria
  • Ter o site lgbt+ usável com glossários feitos
  • Ir à marcha do Porto


Novidades sobre mim
Eu estou realmente muito ansiose pelo ultimo dia do ano porque é o dia em que vou abrir a minha caixinha de desejos e ver realmente os objetivos que concluí este ano, guardando os papéis numa caixinha que reservei para as coisas concluídas em 2018. Vai ser muito interessante daqui por alguns anos comparar a quantidade de papeis de cada ano e até mesmo o tipo de desejos que peço, que tanto podem ser materiais como algum tipo de meta. Teria sido util fazer este post no último dia do ano por causa disso precisamente - daria para aproveitar os desejos concretizados como presentes de 2018, maaaas... corro o risco de não ter tempo para o fazer nesse dia. 

Falando em tempo, devo-vos explicações: Sim, a faculdade foi uma correria. Como já disse, no tempo que sobrava, não tinha energia para fazer nada a não ser jogar sims - nem supergirl tenho visto, sentia mais urgência por libertar o meu lado criativo e caso ainda não esteja claro, com jogar sims quero dizer que tenho construído casinhas e criado sims >.< Acerca dos presentes mencionados, digamos que dezembro é altura de 3 aniversários de amigos próximos + natal, e eu nunca compro prendas, preferindo fazê-las eu mesme. E como devem saber, eu gosto de desenhar, de DIY... e gasto em média 6 horas em cada prenda que faço. Então sim, este ano doeu. 

Coisas que tenho acompanhado: Supergirl ficou em pausa, li apenas os mangás que acompanho deste mês - [houseki no kuni], Noragami, [akatsuki no yona]... não li Kuroshitsuji ainda, nem as minhas webcomics favoritas. Fora isso, o que mais fiz foi pesquisar sobre Voltron, pois mesmo ainda não tendo visto sequer a sétima temporada, sei que estas 2 ultimas desiludiram muita gente e tenciono dedicar um post inteiro ao assunto, embora Voltron - e todas as criações do seu fandom caótico - vá ficar para sempre no meu coração. No metro tenho andado a ler "A Canção de Achilles", e até estou a gostar de como se está a desenrolar. 

Na semana de "férias" entre o natal e o ano novo ainda terei de trabalhar um bocado em coisas da faculdade, portanto vou ter de encaixar de alguma forma horas no meu horário de férias para criar o próximo layout, acabar pelo menos as partes do [Bullet Journal] de que preciso para começar o ano*, adiantar o trabalho da faculdade, ir ao cinema nem que seja à noite, ir patinar no gelo pelo menos uma vez, e fazer o tal post de voltron. Prioridades: trabalhar no Bujo diariamente, o layout e o trabalho.
*(algumas secções já estão finalizadas, mas ainda faltam bastantes, e eu sei que ir fazendo conforme preciso resultaria no abandono de um BuJo que já me ocupou tanto tempo, pois não conseguiria manter a qualidade alta enquanto faria estágio)

Eu gostava de ter tempo para comentar nos vossos blogs, mas é provável que só leia as postagens. Fico mesmo desanimade quando tenho vontade de comentar aka sempre mas não tenho tempo para o fazer. Mesmo assim podem ter a certeza de que ainda acompanho os vossos cantinhos com muito gosto, e tenciono continuar a fazê-lo. Também sei que muitas das pessoas que vão lendo este cantinho estão numa posição similar, portanto não se sintam mal nem tentadas a pedir desculpa por coisas como falta de tempo :)

Como sidenote, o meu telemóvel estragou e portanto estou sem câmara para tirar foto aos presentes que fiz, sem poder contactar ninguém (ainda por cima as dimensões do meu cartão impedem que seja reconhecido por todos os telemóveis antigos que temos cá em casa), sem dados de internet para gastar nas viajens de metro, sem as aplicações que uso para combinar trabalhos, adiantar posts, organizar os meus dias ou fazer track dos hábitos... ao menos esta ultima parte a partir do ano novo fica sem efeito, porque já vou ter o Bujo, mas mesmo assim vou passar 30 dias sem telemóvel e o pior de tudo é que quando vier, provavelmente foi formatado, o que significa que perdi dados antigos. Até as coisas que tinha apontado sobre a minha menstruação nos ultimos 6 meses que a médica tinha pedido se foram à vida. Bela merda, lá isso foi... 


Bem, acho que é tudo. Espero que tenham um natal espetacular, boas entradas, que recebam prendas de que gostem, e que não façam dietas pelo menos durante esta semana ^^

Comentar com: ou

6 comentários:

Hinata Chan disse...

YOOOOOOOOOOOOOOOOOOO ANYYYYYYYYYY AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA CARALHO FINALMENTE TÔ DE FÉRIAS E VOU PODER SURTAR ENLOUQUECIDAMENTE AQUI <3

Primeiro: Teu post esculachou total o meu, tu fez até "coisas que aprendi em 2018" e algo sobre 2019, quando eu fiz mal e porcamente um post listando "presentes" meio bizarros shaushuashuashua ENFIM....

Ahhhh, então aquele período farto de posts eram tuas férias... Eu gostaria muito de te incomodar falando "É, mas agora não tem mais post néh!?", mas eu vou ficar quieta porque eu tô no mesmo barco shaushaushaushua

Lamento pela gatinha perdida, infelizmente os animais não conseguem viver tanto quanto a gente, mesmo que a expectativa de vida deles já esteja mais elevada, ainda assim o tempo de vida é muito curto... De certa forma, na maioria das vezes eles são a nossa primeira lição de perda =/ Mas fico feliz que conseguiram achar uma nova integrante e que ela tenha se adaptado tão bem! É um tanto desafiador conseguir introduzir um animalzinho novo na casa ainda mais com outros vários animais, e ver que ela se adaptou tão bem e ainda possui manias na antiga gatinha... Confesso, que mesmo sendo cética igual a tu, nesses momentos meu ceticismo fica sem chão shaushaushaushuah

Aliás, aproveitando o assunto de "animal novo", ano passado minha família adotou um gatinho de rua, porém... Bem, o santo dele e da minha cadelinha não se acertaram muito bem. Felizmente eles não brigam, mas de vez em quando rola uns "estresses" entre eles (principalmente por parte da minha cachorrinha que é bem mimada shuashuashuas)

Que bom que as festinhas do pijama tem rendido boas conversas! Meu grupo de amigas não costuma fazer muito isso, até porque ultimamente já é uma grande vitória reunir todo mundo, já que umas amigas já estão até mesmo casadas (não sei como é por aí, mas na cidade onde moro é até meio comum as pessoas se casarem com seus 20 anos... Mas, não é algo comum no Brasil todo, é mais de regiões específicas, como na cidade que moro atualmente.... Acho que é porque é uma cidade do interior de origem colonial, então é meio cultural do pessoal casar cedo)..... Ok, desvivei total do assunto, mas tu me entendeu néh!? shuahsuashuashua

SIMS 4 É UMA BENÇÃAAAAOOOOOOO! Infelizmente só posso jogar no pc do meu irmão, pois é o único que aguenta o jogo (pois é aquele pc gamer), meu not já não aguenta nem jogo pixelado ç-ç. Bem, mas sobre o jogo em si: SHUASHUASHAUSHAU TE ENTENDO 100%, também jogo mais para criar sims e casinhas do que o jogo em si.... MANO É MUITO BOM BAIXAR O CONTEÚDO PERSONALIZADO, baixei uma caralhada de coisas! Adoro baixar aqueles conteúdos mais "realistas" e minha irmã fica pistola comigo, pois ela prefere o conteúdo personalizado no estilo cartoon do The Sims shaushuashau

Hinata Chan disse...


Pois é, vi uma galera pistolando com Voltron, o que diabos realmente aconteceu pro povo ter se revoltado!? Até onde eu fiquei sabendo foi algo sobre terem forçado algum shipp, mas não sei se era apenas os fãs exagerando (porque shipper é tão desgraçento quanto kpopper e/ou otaku :v) ou se realmente cagaram com alguma representatividade

COMO ASSIM CÂNCER!? PQP, como assim!? Desde quando!? Ela tá melhor agora néh!? Bem, pelo que tu falou no post parece que ela está bem, mas ela fez exame pra confirmar isso, tipo ela tá se cuidando néh!? Enfim, não consigo nem imaginar o quão difícil deve ter sido a notícia e lidar com ela, fico mó aliviada em ver que ela está melhor, aliás, ela precisou fazer quimioterapia!? (porque pelo que deu a entender era benigno).

Não sei se foi tu ou se foi em outro blog que li que aí em Portugal se consegue fazer uma reforminha bacana no quarto com 300 euros (pelo que a pessoa disse não dá pra fazer "A reforma", mas dá pra dar uma boa arrumada), e eu fiquei PASMA! Pois, mesmo convertendo o preço pra reais, com esse dinheiro a pessoa mal consegue comprar uma cama ou roupeiro ç-ç Enfim, parabéns pelo quarto novo <3333 (queria fotinhos, mas vi lá no final do post que teu celular bugou ç-ç)

AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA NORAGAMAAAAAMMMIIII! EXIJO VER ALGUÉM DE YATO PRA FAZER PARZINHO CONTIGOOOOOOOOOOOO!

Achei mó bacana a sua mãe ter ido na marcha, me lembro de tempos atrás de você comentando sobre a tua mãe ter uma espécie de "barreira" com essas coisas, algo sobre ter um tipo de dificuldade de observar as coisas pelo teu ponto. E agora ver que ela está vendo e participando do teu mundo é algo realmente super bacana <3

"Amigos não são perfeitos, nem sempre podem estar presentes ou ter paciência/energia para nos ouvir" VERDADES SEJAM DITAS NESSE BLOG! Vejo muita gente na internet querendo fazer uma espécie de "cobrança" para cima dos amigos, como se eles tivessem a obrigação de saberem 100% sobre a condição emocional do amigo e de se adaptar a ela e de estarem disponíveis 100% para esse amigo, quando na verdade a pessoa também tem seus problemas. Tipo, ultimamente as pessoas andam cobrando muito umas das outras nos relacionamentos, como se a outra pessoa tivesse obrigação de atender todas as expectativas e vontades, tipo gente pistolando porque fulaninho não respondeu logo ou porque a "resposta foi seca", quando na verdade fulaninho pode simplesmente estar sem tempo. Todo mundo anda olhando tanto para seu umbigo que se esquece que há outras pessoas também com problemas. Lógico, que também não dá pra chamar de amigo aquela pessoa que não sabe nem sequer ouvir, ou que mostra 0 interesse em ajudar quando o amiguinho tá precisando de força, ou aquela pessoa que sempre faz o assunto se voltar para ela mesma e seus problemas, maaaassss também tem gente cobrando demais.


Hinata Chan disse...

"Há ativistas hipócritas e elitistas, cujo ativismo se centra nos próprios problemas" CARALHOOOOOOO AGORA TU ULTRA TIROU AS PALAVRAS DA MINHA BOCA, MEU DEUS TU ACABOU DE TIRAR UM PUTA PESO DAS MINHAS COSTAS. Nossa, eu ultra tava com isso entalado na garganta! Mano, como tem gente escrota aproveitadora! Tão lá andando e cagando pra causa, mas sempre quando podem aparecem pra fazer um discurso meia boca pra pagarem uma de "olha como eu sou uma pessoa boazinha e legal" pra ficarem famosinhos e "lacrarem" na internet. Vejo isso muito em programas de tv, tipo artistas que se dizem batalhar por minorias, por pessoas mais carentes, mas tão lá comprando literalmente pedaços de praias e tirando lugar de lazer da população local para construírem mansões privadas.

HORRRIIIIIZZZOOOONNNNNN! DÊ UMA CHANCE, POIS AQUELA PROTAGONISTA É UM FURACÃO E UM ORGULHO! (e aquele enredo, senhoooorrr surtei pakas!)

Esses dias eu tava pensando umas coisas meio nada a ver em relação ao período escolar: Tipo, o Brasil tem vários problemas, mas felizmente Natal e Ano novo caem nas nossas férias então podemos aproveitar as festas sem termos que pensar nas aulas hsuashuashuashua Acho que seria meio difícil pra mim me adaptar a ter aulas no meio das festas (mesmo com alguma folga de 1 semana, seria triste pensar que ainda teria todo um ano letivo pela frente).

QUERO FOTINHOS DOS PRESENTESSSSSSSS!!!!!!!

Patinar no Gelo..... DEPOIS DESSA OSTENTAÇÃO TÔ ME OBRIGANDO A SAIR DAQUI, PQP, esse povo que possui essa vida mágica de PATINAR NO GELO! Deixa eu pegar aqui o meu sonho de conhecer pelo menos neve e ir chorar num cantinho escuro shsuahsuahus

P.s1: Poderia ter tirado uns prints das famílias e casinhas do sims xD

Ps.2: Pô, eu quando tô nos meus períodos me ataca minha barriguinha ç-ç

Kiss

E BOAS FESTAS PRA TI A PRA TUA FAMÍLIA! (eu iria dizer um bom natal a lá Europa com neve e talss, mas eu sei que aí não neva mesmo sendo frio néh!? Então, vou apenas desejar um bom natal e que não faça tãaaooo frio assim, porque ninguém merece passar um natal congelando SEM neve! Se é pra congelar no inverno que seja aquela coisa de neve e bonecos de neve, porque ser frio só por ser frio aí também já é sacanagem...... É, eu sei, esse feliz natal saiu meio coisado, mas é de coraçaum <3 shuashuashuashuasha)






CARALHO TIVE QUE DIVIDIR EM 3! VOLTEI COM MEUS SURTOS SURTADOS DE ANTIGAMENTE!

Rainha das Fadas disse...

✽✿❀✾ Olá Any, convido você a conhecer Aufairies ✾❀✿✽

ღ Anilyan ღ disse...

-> Resposta à Hina-clone

*eu indo começar a responder*
Minha irmã: Vocês ainda falam? Ela ainda tem o mesmo avatar?!
Realmente essa ultima observação é pertinente >.< Eu achava que mudava pouco de avatar, mas...

Eu já li o seu post e na verdade até gostei bastante >.< É o seu jeito caraterístico de escrever, com surtos, e vitórias e tudo isso, além de que eu até achei que tinha algumas coisas sérias e organizadas. Porém, ainda bem que gostou do meu ^^ Falando em listas de presentens, eu bem que gostava de atualizar o post mais recente com coisas que recebi de prenda e, de facto, eu também noto esse contraste no nr de postagens com o que fazia nas férias. Mas ao menos não parei de postar de todo...

Ah, eu esqueci de dizer que a maior semelhança com as gatas é que ambas bebiam água das tartarugas... e nós até achamos que foi disso que a outra morreu, por insistir em beber água poluída e quase nunca da limpa. Então nós agora tentamos afastar a nova do aquário. E eu conheço bem essas confusões com animais, tenho uma gata que quer matar outra, sem exagero - já fez ferida no pescoço e a outra ficou com infeção, então nos agora temos a vítima sempre no meu quarto e quando dá vamos com ela para a varanda - temos de vigiar para a outra gata não aparecer.

Aqui decididamente as pessoas não costumam casar com essa idade, não fazia ideia que era assim onde você morava :o Aqui as pessoas casam cada vez mais tarde - se casarem com 30, já é bem cedo, e é cada vez mais raro também casarem sequer. A maioria simplesmente junta-se na mesma casa e é isso. Pena pelo seu grupo de amigas, espero que isso não aconteça com o meu - de facto, tenho esperança de que não vá acontecer porque até somos da mesma área, mesmo sem festas de pijama espero que continuemos a falar.

Whaaaa sim eu também adoro os conteúdos realistas, e a minha irmã é EXATAMENTE como a sua haha

Hahaha sim fui eu, não foram bem 300 euros mas cerca de 350, mas deu para comprar cómoda, escrivaninha e beliche (a escrivaninha foi super barata e é pequena, mas mesmo assim gosto muito dela). Isto dito aqui há camas por esse preço precisamente, eu é que me dediquei a encontrar coisas baratas que me agradavam. E se calhar pode parecer pouco, mas para o que se ganha aqui, aindaé um preço puxadito. Esse é o problema com Portugal: os preços são fenomenais para estrangeiros (é uma das razões pelas quais turistas gostam de Portugal, e o país como sabe que eles nunca acham nada caro aqui cada vez sobe mais os preços), mas está a tornar a vida insustentável para os portugueses, que de maneira geral ganham muito pouco. Enfim, tema para outro post.

ღ Anilyan ღ disse...

-> continuação da resposta à Hina-clone

Bem, vai haver sempre gente a reclamar de ships e embora eu tenha um post a introduzir o problema com queerbaiting, ainda não acho que ships tenham sido o problema. Até porque ei, todos os shippers ficaram descontentes xD Até houve um certo bonding entre fãs que shipavam coisas diferentes por causa disso. Maaas como se vai ver pelo post que eu farei - e até me vou basear num vídeo - dá para listar pelo menos 65 razões pelas quais a ultima temporada desiludiu sem NENHUMA ser ships.

Ela tem feito exames e precisamente por isso à partida está tudo bem, mas não dá para saber se não se terá espalhado alguma célula. Ela não fez quimioterapia pela mesma razão pela qual não quis remover o útero: não há provas de que se passa algo de errado - mais facilmente há do contrário - e não queria ficar mal nem estragar a vida para prevenir algo que pode nem sequer acontecer. Isto dito, mesmo fazendo exames regulares após recusar a operação, os médicos estão todos chateados e tratam-na mesmo mal. Mesmo muito mal, e alguns dizem que nem a querem seguir/acompanhar. Aconteceu uma coisa parecida à minha tia: ela tinha um problema de tiróide e por recusar uma operação, disseram-lhe que "devia morrer engasgada". Há gente asquerosa, e na medicina é onde as vejo mais...

Hahaha bem, é um dos meus melhores amigos que vai fazer de yato, depois eu mando foto ;)

Eu também fico mesmo contente pela minha mãe se estar a esforçar por entender mais sobre estes assuntos. Faz bastante diferença e quem me dera que mais pessoas tivessem esta sorte... Contudo, ainda há uma coisinha que me incomoda ligeiramente: ela sabe que sou não-binárie, e até tenta perceber alguma coisa sobre isso, mas esquece-se ou não compreende muito bem as implicações disso, estando sempre a aplicar-me palavras como "mulher", "rapariga", "gaja"... e eu não me atrevo a dizer nada porque não quero estragar o ambiente. Bem, avançando:

"ultimamente as pessoas andam cobrando muito umas das outras nos relacionamentos, como se a outra pessoa tivesse obrigação de atender todas as expectativas e vontades" - exato! E ainda tratam a indisponibilidade ocasional de alguém como algo abusivo, tóxico ou assim. É um bocado injusto, as pessoas têm direito a colocar a vida delas e suas necessidades primeiro, e por muito que alguém seja importante e deva ser tratado como o amigo que é - tal como você disse, não se pode chamar de amigo alguém que ignora completamente - é importante entender o outro lado.

"Tão lá andando e cagando pra causa, mas sempre quando podem aparecem pra fazer um discurso meia boca pra pagarem uma de "olha como eu sou uma pessoa boazinha e legal" pra ficarem famosinhos e "lacrarem" na internet" - hahaha ainda bem que tirei as palavras da sua boca, e sim, eu vejo mesmo muito isso. Ou isso, ou pessoas que realmente se dedicam - com ações mesmo - por uma causa, mas ignoram ou até pisam todas as outras porque não lhes diz respeito.

Aqui as crianças e adolescentes têm férias, mas na faculdade cada curso gere as suas e, bom, digamos que não têm grande consideração pelos alunos... E sim, temos pista de gelo GRATUÍTA muahahaha Já neve não temos assim tanta, embora decididamente esteja frio que chegue para os brasileiros se queixarem xD Já pessoalmente não acho que esteja grande frio. "Se é pra congelar no inverno que seja aquela coisa de neve e bonecos de neve, porque ser frio só por ser frio aí também já é sacanagem" ---> THIS SUPREMO (lembra-se disso? ;) ) Adorei o seu desejo de boas festas, para você também ^^

PS: Aguardo ansiosamente a sua resenha de Horizon