Recomendações do dia


Então, eu hoje ao ler um comentário no meu bloguito fui descobrir o blog da pessoa, e entretanto vi que quase toda a gente que comentava no seu blog estava tão perdido no abismo lgbt+ como eu >.< O que me deixou mesmo contente e a lamentar ainda não ser segunda feira para eu poder comentar nos blogs (sim, o meu horário só permite responder à segunda). Maaaaas isso deu-me uma ideia, que estará no fim do post. *clickbaiting*

Artigo do dia: [www]
Eu tinha encontrado uma tirinha de leitura simples que pensei em recomendar, mas acho que o tema desse artigo é mais relevante. É uma lista de 5 coisas a fazer e não fazer a pessoas com depressão - e, considerando que fazer algo de errado pode piorar a situação, eu realmente recomendaria a leitura. Em todo o caso, criar empatia e saber a razão pela qual se deve agir de certa maneira nunca é demais, e o artigo, apesar de ser em inglês, está bem explicadinho.

Vídeo do dia: [www]
Uau, eu não sei se posso chamar este vídeo de útil porque não sei até que ponto seria capaz de arranjar um material crucial - uma asa - e ter coragem para correr o risco de tornar as coisas piores. Contudo, pode ser útil para alguém e, mesmo não sendo, é admirável. Basicamente é um vídeo que mostra como curar a asa rota de uma borboleta. 

Artista do dia: [www]
Malipi, ou Mariana Valente, é uma ilustradora do Brasil consideravelmente conhecida pela sua arte adorável e pelas pinturas delicadas a aguarela. A página inicial não tem quase nenhum dos seus trabalhos, eu indico que para verem mais coisas carregem no "blog" e depois utilizem as tags da barra lateral para encontrar mais trabalhos seus. Ela faz IMENSAS ilustrações para livros e calendários, o que é completamente compreensível >.< Também partilha muitos desenhos que faz para si própria, como looks, e dá dicas de pintura. 


Então, a ideia de que eu falei é que eu podia fazer um post a esclarecer questões lgbt+ colocadas por vocês. Eu teria de fazer um post a explicar isto direitinho e dar um prazo para vocês enviarem questões, mesmo coisas básicas ou pessoais, e eu responderia com todo o cuidado do mundo - porque sim, neste ponto acho que sou competente que chegue para o fazer. Podiam perguntar coisas como "qual a diferença entre a e b?" ou "posso ser x se eu y?". QUALQUER dúvida. Podem confiar que eu não deixaria ninguém a sentir-se envergonhade por ter perguntado.

Pronto, era isso por hoje.
Comentar com: ou

Sem comentários: