Ohayou minna-san! Aqui é a Any, do {Forever Sapo}. Este é um blog onde direi, sem compromissos, qualquer coisas que me venha à cabeça, através de posts desconectados entre si. É só uma forma de matar saudades da blogosfera.

09 novembro 2016

O quão Trump ameaça minorias


Eu não devia estar a atualizar. Hoje até faltei às aulas por estar com dores de cabeça - que espero e penso que melhorarão depressa - mas o que aconteceu hoje deixou-me ainda pior. Trump. Foi. Eleito.

O que nem é surpreendente. Mas se eu ainda tinha alguma esperança, agora acho que não tenho mais. Primeiro, quero dizer que nunca vi a Hillary como um ser perfeito, que nunca se sabe que artimanhas ela poderia ter por trás e que não é o melhor modelo de candidata, mas em comparação com Trump, seria o menor dos males. Pois com a Hillary, o pior que poderia ter acontecido seria a América (e o resto do mundo, que vai sempre atrás da América) ficar estagnada. Já o Trump simboliza o vencer da direita e o espezinhar de direitos básicos, e representa o facto de o ódio, afinal, ainda ter poder. O que instigará muita, muita mais merda. 

Neste post, eu vou basicamente resumir a ameaça que Trump representa para cada minoria (nem quero imaginar como é mau para quem pertence a mais do que uma), tentar dar dicas de como prosseguir e tentar não ficar muito apática - ou enervada, ou a chorar - enquanto faço a porra do post. Pelo menos terminarei com uma boa notícia...

Ódio venceu. Medo venceu. Racismo venceu. Sexismo venceu . Homofobia venceu . Preconceito venceu
Enumeração das ameaças
O que representa para QUILTBAG: [www | www | www]
Apesar de uma vez Trump ter prometido proteger gente LGBTQ+, isso nunca será cumprido. O primeiro artigo lista de forma clara tudo o presidente se comprometeu a fazer para tornar a vida de minorias sexuais/de género ainda mais complicadas: Está bem próximo de proibir pessoas trans de usarem o banheiro do género com que se identificam, ameaça desfazer a permissão dos casamentos entre pessoas do mesmo sexo e, em defesa da "liberdade religiosa", está prestes a permitir a discriminação com base no género ou na orientação sexual. Talvez permita até mesmo "conversation therapy", em que terapeutas tentam mudar de forma monstruosa a identidade de alguém, apesar de já estar provado que isso não muda nada e que só serve para traumatizar - quem se atrever, leia estes prints por ordem: 1 2 3 4.

As mortes vão aumentar - por suicídio, nem que seja. Vamos perder direitos conquistados a pulso. Quem só tão recentemente teve o seu casamento validado terá de abrir mão dele. O desemprego da comunidade irá aumentar... Já não haverá quem nos defenda da agressão. Já há gente a fugir de países onde, com a influência de Trump, podem ser mortos legalmente só por serem LGBT+. Eu queria fazer um testamento sobre isto, mas só me sinto vazia...

A afronta ao Feminismo: [www | www | www]
Se alguém não percebe os horrores que a eleição de Trump causarão a quem já foi abusade, tem uma falta de empatia muito grande. Trump teve divulgado um [vídeo] em que fica óbvio que ele já assediou mulheres. Quando alguém acusa vítimas de estupro de serem elas as culpadas por não denunciarem o caso, a pessoa está a esquecer-se de que seriam as vítimas a saírem mal vistas - Depp foi escolhido para um novo filme de Harry Potter, provando que ter batido na mulher não afetou a sua carreira; Agora, um abusador é declarado presidente.

Não só isso. Trump chama mulheres de "fat pigs", e diz que nunca abusaria algumas porque elas não são atrativas que chegue para ele; Nunca será capaz de reconhecer mulheres rans como mulheres, homens trans como homens, e muito menos pessoas não-binárias; Reforça ideais como "boys will boys" e associa masculinidade a violência imposta, caindo na masculinidae tóxica; Jamais aprovará o aborto; Diz que mulheres basicamente só devem ser valorizadas pela sua aparência; E reduz o papel das pessoas às suas genitálias...

Nota: [feminismo não é só sobre igualdade de género] - todos os tópicos aqui podem ser considerados feministas - mas decidi usar a definição mais restrita para facilitar a organização do post.  

Enquanto Racismo e obstáculo aos Imigrantes: [www | www | www | www]
Sabem o que é mais irónico relativamente aos imigrantes? Trump disse recentemente que elus seriam apenas permitidos se passassem num questionário sobre "ideais americanos", onde seria, por exemplo, necessário tolerar quem é LGBT+ - pois bem, é um teste que ele falharia, assim como os seus seguidores (o que [este] vídeo hilário claramente mostra).

Mas o que melhor descreve o medo que pessoas não-brancas, imigrantes e etc estão a sentir é o primeiro link deste tópico. Trump não esconde que odeia latinos e diz que vai construir uma muralha na borda do México; Ele propôs banir Muçulmanes; Disse que os imigrantes da Síria deviam voltar para a sua guerra; A sua linguagem era altamente racista... Eu nem vou detalhar mais, pois é uma abominação. 

Como reforçar da Islamofobia: [www | www | www]
A religião poderá ser usada como escudo para discriminar. E já vi muita gente muçulmana com medo de usar Hijab, o que se compreende, e a ter de ser tranquilizada pois está a ter de agir contra a própria fé para proteger a própria pele. É aí que está a liberdade religiosa? Em defender a religião quando esta serve para causar sofrimento, mas em desprezá-la quando não passa de um direito inofensivo e de um guia espiritual? Muçulmanes estão a considerar fugir dos Estados Unidos, e o pior, é que ninguém fala disso. Ninguém tenta partilhar da dor delus.

Eu não sei que chegue do assunto para poder entrar em detalhes, mas a Islamofobia não pode ser desculpada nem invisibilizada em caso nenhum. E que a ISIS fica feliz com a eleição de Trump, também é inegável. 

Para a Economia: [www]
Não digo mais nada. O link é um exemplo curto e notável.

O que fazer: [www]
Unirmo-nos.
Não há uma fórmula mágica. Mas se as minorias não se unirem, a coisa vai dar em merda. Se alguém continuar a incendiar discussões por coisas mínimas, ou a recusar-se a ser inclusivo, haverão problemas. E se não nos unirmos com quem não faz parte de minorias que seja mente-aberta que chegue para nos suportar, aí a coisa fica ainda pior.
Mas vamos lá dar algumas dicas mais concretas sobre como sobreviver a isto:

  • Keep calm and carry on» Não achei palavras melhores para descrever isto. Há gente com medo, e por boas razões - só não teme nada quem detém privilégios. E sim, toda a gente merece o seu tempo para chorar, ficar enfurecido ou passar algum tempo sozinho. Mas é importante sair dessa fase de desespero para que se possa prosseguir. Talvez o fim do post consiga até encorajar um pouco, mas caso não, e caso você precise de desabafar, talvez esta lista de apps ajude: www. "Self-care" é uma prioridade, pois se não fôr levada a sério - ao ponto de nos afastarmos do que nos exausta e de notícias tóxicas (se preciso, cortando o contado com redes sociais) - nenhum dos passos seguintes poderá ser 100% concretizado.
  • Se você é uma minoria...» Mantenha-se a salvo. Encontre gente disposta a aceitar você tal como é e a oferecer apoio incondicional, pois será necessário. Convém que essas pessoas sejam tanto parte do grupo a que você pertence - pois o senso de comunidade faz-nos sentir compreendidos e permite que se aprenda muito com experiências partilhadas - como gente com privilégios - pois serão quem oferecerá proteção, e quem tem a habilidade de nos afastar dos conflitos simplesmente com a sua presença. Se não tiver ninguém que aceite você por perto e não tiver condições para mudar para um local mais mente-aberta, tente passar desapercebido. Eu sei que é injusto pedir isto, que é injusto pedir para você fazer de conta que é algo que não é - mas é uma medida de segurança que de certeza será recompensada com o tempo. Além disso, há sempre safe spaces online [lgbt+...], onde pode encontrar positividade e gente como você. 
  • Se você não é uma minoria...» [www]Por favor, ofereça suporte. Informe-se sobre minorias - não só aquele conhecimento genérico que qualquer adolescente tem hoje em dia, e sim o conhecimento que só se adquire após estar envolvido com as comunidades. Frequente os mesmos espaços seguros que as minorias e tente não interferir - caso contrário, o seu desconhecimento poderia acabar por ofender e arruinar o propósito do espaço - apenas absorva o quê que faz as pessoas felizes e aquilo que elas são quando têm oportunidade de ser elas próprias. Frequente também espaços menos positivos e fique a par dos obstáculos que elas enfrentam. Pena é um sentimento fútil e que não ajuda em nada. Empatia é um sentimento lindo, inteligente e que serve para unificar as pessoas e facilitar a comunicação. 
  • Como fazer a diferença?» Encontre um tema de justiça social para o qual contribuir, desde igualdade de género a direitos lgbt+, direitos POC ou respeito por neurodivergências, etc... Envolva-se diariamente com ele, frequente sites de notícias e esteja bem informado, conviva com quem constitui o movimento e colabore, se possível. Participar ativamente não consiste necessariamente em juntar-se a marchas e manifestos - fazer um desenho, escrever uma história, criar um infográfico, panfletos ou outras formas de espalhar visibilidade e combater preconceitos são uma grande ajuda. Chame a atenção de familiares e amigos quando estão a dizer algo preconceituoso (se isto não colocar a sua segurança em risco). Doe. Esteja pronto para votar em tudo o que puder para encaminhar o mundo na direção certa, e faça uso da sua capacidade de escolha e consciência em cada pequena decisão - nao sei se você é da América, mas vamos tentar manter [esta estatística] independentemente de onde estivermos. Por mais insignificante que pareça...

As poucas boas notícias que vi recentemente:
  • » Kate Brown, uma mulher bissexual e 1ª governadora LGBT+, é eleita em Oregon: www
  • » Ilhan Omar, ex-refugiada somali, é eleita deputada em Minessota: www
  • » Kamala Harris é a primeira mulher negra a tornar-se senadora na Califórnia em 20 anos: www
  • » Cortez Masto, primeira latina de sempre a tornar-se senadora, a caminho de Washington: www
  • » Samuel Park, primeiro filho de imigrantes publicamente gay eleito em Georgia: www
E como se não bastasse, isto tudo aconteceu em 9 do 11... que ao contrário seria 11 de Setembro.

4 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  2. Yoo Any
    Mano. Uau. Eu fiquei tão bolada e desiludida. Nem tenho palavras para dizer o quanto fiquei preocupada e abalada: a vida de tantas pessoas está em jogo...
    Eu não sou a maior fã da Hilary, contudo isso é minimo comparado a ameaça que o Trump é. E não só o Trump, mas de toda essa onda xenofóbica, machista e retrograda e AHHHHHHH!!!!!
    O problema é que no voto por cabeça a Hilary tinha vantagem de 140 mil votos, contudo os votos dos delegados tem mais peso e como a maioria deles era republicana...
    E como assim o cara quer reter as empresas no país? Entendo que ele quer diminuir o desemprego, mas ELE NÃO ENTENDE QUE ESTAMOS EM UM MUNDO GLOBALIZADO E NÃO NA DÉCADA DE 70??? Longeeee de concordar com a exploração do capital estrangeiro ou os abusos das transnacionais e da dependência que isso gera para os países emergentes e subdesenvolvidos, mas para contornar essa situação, é preciso visar o bem comum e a harmonia entre os povos. Trump vai causar uma crise mundial. Na verdade, ela já começou: ele foi eleito junto com suas ameças e a bolsa de valores já começou a despencaaarrr....
    Masss vamos tentar ver a luz. Sempre há de ter esperança. Amei as boas noticias! Amei as manifestações anti-Trump que estão ocorrendo! E uau, logo antes de vir pra cá, vi e amei a mensagem que a Melanie -CRUSSSHHH- Martinez deixou em apoio aos LGBTQ, POC, mulheres e deficientes. São tempos sombrios, mas não podemos desistir.
    Ps: Não tenho certeza, mas nos EUA o aborto já não é permitido? Desculpe se eu estiver errada.
    Pss: Então não é uma amiga? Uau isso torna tudo mais complicado e delicado <3
    Psss: Fiz um comentário acima, mas por alguma razão ele foi "comido". Deixei esse em paragrafo único para que o mesmo não ocorresse.
    Kissus e força flor!

    ResponderEliminar
  3. Yooo Any-chan \o/ muahahahahaha finalmente um fim de semana marotinho para vir aqui fofocar mais um pouco *U*

    Eu espero que essa tua dor de cabeça tenha passado e que tu esteja melhor. VÊ SE APROVEITA E DESCANSA DIREITINHO PRA SE RECUPERAR U-U

    Enfim, mas focando nessas mutretas do Trump..... Ah, mas vamos olhar o lado positivo! SIM, há um lado positivo nisso tudo: Ficou comprovado que não é só brasileiro que faz merda na política :V Veja bem, agora existe um país com alguém no poder muito pior que aqui :v Mas, deixando minhas besteiras lado, e falando sério: QUE MERDA FOI QUE ACONTECEU NAS ELEIÇÕES DO ESTADOS UNIDOS! Na boa, quando eu entrei na internet, eu até imaginei que fosse zueragem essa história do Trump! Tipo, pelo que me falaram o povo dos estados unidos, num geral era contra o Trump, tanto que pelo voto da população, a Hillary é quem ganhou mais votinhos, porém devido ao sistema eleitoral deles, quem acabou sendo eleito como presidente foi o Trump!?

    Lógico que Hillary também não era a melhor opção, aliás, nessas eleições nenhum deles era exatamente o candidato "votável", mas como era o que a casa oferecia, então dos males o menor (tá até parecendo Brasil '-'). Mas, não entendo como um radical como ele conseguiu se eleger. É como alguns estavam dizendo aqui na internet br "Trump pode ser até bom para os Estados Unidos, mas ele é um perigo para o mundo" Começando com os Latino Americanos, se os mexicanos já não tinham um bom relacionamento com os Estados unidos, depois disso esse meme resume tudo (http://67.media.tumblr.com/529db0f93cbf84c7bd6405bb9a1a0877/tumblr_nur5kn8Chf1tld017o1_1280.jpg). Se antes essa história de muro ficava só no blá, blá, blá, agora com esse cara o dito muro estará erguido em dois tapas!

    (sem mencionar que o Brasil também tá na turminha dos latino americanos subdesenvolvidos, então a gente tomou bonito na cabeça! O presidente daqui falou que as relações vão continuar as mesmas, MAS EU SÓ QUERO VER SE VÃO CONTINUAR MESMO!)

    Acho que o Trump não sabe que Islã também é uma religião, porque essa dita "defesa da liberdade religiosa" dele não chegou ainda aos muçulmanos. O pior é ele pegar algo sagrado para as pessoas, algo que serve para confortar o ser humano, e usar como desculpa esfarrapada para discriminar determinadas minorias. Aliás, é isso que me irrita em algumas pessoas que """""defendem"""""" a religião (ou determinada religião). Pois, muitas vezes elas apenas estão usando a religião como um trampolim para espalharem todo o tipo de besteira possível, fazendo essa religião ficar "mal falada" ou mal interpretada, e aí as pessoas de bem que fazem parte dessa religião são rotuladas como extremistas, sendo que elas não tem absolutamente nada a ver com a confusão.

    Enfim, mas é como a minha mãe fala "Aqui se faz, aqui se paga" Por mais merda que esse cara faça, mais cedo ou mais tarde a bomba vai estourar e ele vai se ferrar. Tem gente comparando ele com o Hitler... Ok, o cara pode surtar e fazer umas loucuras como o mesmo, porém até mesmo Hitler caiu, portanto é tudo uma questão de tempo até esse daí também cair. Afinal, enquanto tivermos vontade de proteger aquilo que queremos sempre haverá esperança: O ser humano sempre lutou por isso, e não será agora que deixará de lutar. Então, acho que ainda temos muito pela frente!

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. Enfim, eu não sei como as coisas andam nas terras europeias, mas br em crise geralmente faz uma coisa: MEME.... Então, pelo menos deu para aproveitar um pouco da zueragem (é, eu sei, parece bem insensível da nossa parte, mas no meio do caos a gente geralmente faz umas zueras meio loucas. Acho que chega até ser uma maneira de tentar aliviar a ansiedade e preocupações).

      E parando para pensar um pouco: Eu particularmente não sou favorável as reeleições, pois eu acho que político é tipo aluno em escola: No começo tá full time querendo fazer todo o trabalho direitinho, mas depois de um tempo entra em estagnação, para no final mandar aquele "foda-se" e só fazer merda. Então, é melhor não deixar por muito tempo, para tentar aproveitar apenas a parte do full time..... Porém, eu não me importaria com o tiozão Obama no poder novamente.

      Enfim, eu vou ficando por aqui O/

      P.s: Se quiser melhorar o seu humor eu tenho uma lista marotinha de shoujos purpurinadões para te recomendar xD TEMOS RELIFE LINDÃO, DIFERENTÃO E CHEIO DE RESPOSTAS PARA QUESTÕES E SITUAÇÕES PROBLEMÁTICAS EM SHOUJOS E ANIMES NUM GERAL! Sério, ô anime / mangá que sabe trazer solução para tudo!

      P.s 2: Eu sei que tu tá sem tempo pra ver anime. MAAAAASSSSS quando brotar um tempinho (porque algum dia terá que brotar algum tempo, nem que sejam nas tuas férias de inverno / verão... Eu já tô bem perdida, nem sei mais se aí tá começando ou terminando o ano letivo), dê uma chance a Relife, é muito fofis, é simples, diferentão e OS PROTAGONISTAS SÃO ESPETACULARES (assim como o romance <3)

      P.s 3: Não me esqueci das fic's de voltron dos machos vermelho e azul! U-U

      Kiss

      Eliminar

Design por @Anilyan Leounear.
Conteúdo e edição originais.
É favor não plagiar ^^